Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1576
Italy 4830
Great Britain 5027
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1349
France 6213
Spain 1026
Ireland 354
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Museu Nacional da Saúde integra Rede Portuguesa de Museus

Museu Nacional da Saúde integra Rede Portuguesa de Museus

O Museu da Saúde, gerido e promovido pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, passou a integrar a Rede Portuguesa de Museus, na sequência da recente decisão da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, de aprovar a sua credenciação, em virtude do reconhecimento técnico evidenciado no cumprimento das funções museológicas legalmente requeridas para o efeito. A aprovação da credenciação do Museu da Saúde, no âmbito da Rede Portuguesa de Museus, foi publicada, dia 28 de março, em Diário da República.

Com a integração na Rede Portuguesa de Museus, o Museu da Saúde vê assim reconhecido o seu trabalho na preservação, valorização, educação patrimonial e para a saúde, assim como a qualidade técnica impressa no cumprimento da sua missão e das suas funções museológicas e educativas. A cerimónia pública de adesão à Rede Portuguesa de Museus terá lugar dia 4 de abril, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, cerimónia durante a qual serão ainda destacados 14 outros museus, cujos processos de credenciação decorreram entre 2015 e 2019.

Rede Portuguesa de Museus é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, qualificação e a cooperação entre instituições. A credenciação das instituições consiste na avaliação e no reconhecimento oficial da qualidade técnica dos museus, avaliando a realidade museológica portuguesa no respeito pelas diferenças dos museus existentes, com objetivos de reforço da qualidade e da fruição do património cultural português, em toda a sua diversidade e riqueza.

Desde abril de 2017, o Museu da Saúde mostra-se nas instalações do seu futuro espaço-sede, no antigo Serviço de Neurocirurgia do Hospital de Santo António dos Capuchos, em Lisboa, com a exposição “800 Anos de Saúde em Portugal”, que esboça um panorama cronológico e compreensivo da história da saúde em Portugal, desde a fundação da nacionalidade até à atualidade. Constituída por cerca de 400 peças, esta exposição é visitável às quartas-feiras (10:00-18:00), em regime de visita livre, e nos restantes dias úteis por marcação.

O Museu da Saúde direciona o seu esforço para a promoção da difusão da cultura científica, na área das ciências da saúde e do medicamento, e na conservação do património histórico da saúde. Especificamente, o Museu cataloga, preserva e expõe espólios no âmbito da saúde e organiza exposições temporárias, potenciando o estatuto assumido pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, em inúmeras atividades desenvolvidas no cumprimento das suas atribuições.

Fonte: INSA (Noticia original

2 de April de 2019 às 22:33