Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 2391
Italy 0
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2722
France 7008
Spain 0
Ireland 0
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Investimento em Saúde Mental

Investimento em Saúde Mental

De acordo com um estudo recentemente publicado na The Lancet Psychiatry, cada dólar investido no tratamento para a depressão e ansiedade leva a um retorno de 4 dóláres em melhor saúde e capacidade de trabalho. Este estudo, conduzido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), estima pela primeira vez tanto a saúde como os benefícios económicos de investir no tratamento das formas mais comuns de doença mental a nível global. 

A Dra. Margaret Chan, Diretora-Geral da OMS recordou que já "sabemos que o tratamento de depressão e ansiedade faz sentido para a saúde e bem-estar; este novo estudo confirma que ele faz sentido do ponto de vista económico também ". Acrescentou ainda que  "temos agora de encontrar maneiras de assegurar que o acesso aos serviços de saúde mental se torna uma realidade para todos os homens, mulheres e crianças, onde quer que vivam."

Segundo dados da OMS os problemas de saúde mental estão a aumentar em todo o mundo. Entre 1990 e 2013, o número de pessoas que sofrem de depressão e / ou ansiedade aumentou em quase 50%, de 416 para 615 milhões, afectando cerca de 10% da população mundial.

O melhoramento dos serviços de saúde mental contribuirão para a realização de uma das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, aprovado na Assembleia Geral das Nações Unidas em 2015: em 2030, a reduzir em um terço a mortalidade prematura por doenças não transmissíveis através da prevenção, tratamento e promoção da saúde mental e bem-estar.

Fonte: WHO (Noticia original) , The Lancet Psychiatry (Artigo orginal) , Imagem (Pixabay)

14 de April de 2016 às 16:46