Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 2385
Italy 5492
Great Britain 0
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 2651
France 9437
Spain 1063
Ireland 262
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

Inquérito percepções da gripe!

Inquérito percepções da gripe!

Quem ainda não preecheu o inquérito das percepções sobre a gripe ainda o pode fazer aqui. E a ciência agradece!

O Instituto Gulbenkian de Ciência, em colaboração com o DINÂMIA’CET do ISCTE-IUL, está a estudar as preocupações da população em relação à gripe. Qual a percepção que os portugueses têm do risco potencial de contrair gripe, que precauções tomam face a esse risco, que comportamento adoptam quando têm sintomas gripais.

Num inquérito com 32 perguntas, lançado no final do ano passado, os investigadores tentam ainda compreender quais as lições da pandemia de 2009 e como, quatro anos depois, os cidadãos avaliam criticamente a ação das autoridades de saúde. Qual a adequação das mensagens quer para a gripe sazonal quer para a pandémica, qual a fiabilidade das informações e dos meios de comunicação ou qual a confiança que é depositada nas bases de dados dos sistemas de saúde, são outras das vertentes captadas por este inquérito, onde todos podem participar.

De acordo com os investigadores, um dos objectivos deste estudo é o de vir a poder auxiliar as entidades oficiais em processos de tomada de decisão. Os dados são anónimos e apenas serão utilizados para investigação científica.

O questionário encontra-se disponível aqui e pode ser partilhado pelos vossos contactos:

http://v048.mm.fccn.pt/inqueritos/index.php?sid=46547&lang=pt

6 de February de 2014 às 14:44