Influenzanet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet

http://www.influenzanet.info/

Epiwork Logo
Developing the framework for an epidemic forecast infrastructure.
http://www.epiwork.eu/

The Seventh Framework Programme (FP7) bundles all research-related EU initiatives.

7th Framework Logo
Participating countries and volunteers:

The Netherlands 0
Belgium 0
Portugal 1567
Italy 4825
Great Britain 4964
Sweden 0
Germany 0
Austria 0
Switzerland 1345
France 6179
Spain 1025
Ireland 354
InfluenzaNet is a system to monitor the activity of influenza-like-illness (ILI) with the aid of volunteers via the internet. It has been operational in The Netherlands and Belgium (since 2003), Portugal (since 2005) and Italy (since 2008), and the current objective is to implement InfluenzaNet in more European countries.

In contrast with the traditional system of sentinel networks of mainly primary care physicians coordinated by the European Influenza Surveillance Scheme (EISS), InfluenzaNet obtains its data directly from the population. This creates a fast and flexible monitoring system whose uniformity allows for direct comparison of ILI rates between countries.

Any resident of a country where InfluenzaNet is implemented can participate by completing an online application form, which contains various medical, geographic and behavioural questions. Participants are reminded weekly to report any symptoms they have experienced since their last visit. The incidence of ILI is determined on the basis of a uniform case definition.

Hide this information

O fantástico Sorvete da Gripe

O fantástico Sorvete da Gripe

Quando Jeni Britton Bauer era adolescente, uísque quente com mel e sumo de limão era um memorável remédio caseiro para a dor de garganta e outras enfermidades dos dias de Inverno. Então, quando a temporada de gripe foi particularmente desagradável em 2004, a fundadora da Cremes Splendid, em Colombo, Estados Unidos, fez evoluir essa receita familiar para o próximo nível.  Assim, Britton Bauer criou o Influenza Sorbet, uma mistura de bourbon, mel, sumo de limão, gengibre, pimenta de caiena e sumo de laranja, disponível sazonalmente, de novembro a março (a época gripal no hemisfério norte).

 As vendas na sua loja de gelados subiram 50 por cento desde que o Influenza Sorbet fez a sua estreia, e a empresa planeia fazer 2.500 litros neste inverno ."As pessoas adoram isto", comenta Jeni Bauer.

 Se houver um ensaio clínico real sobre a eficácia da Influenza Sorbet, a comissária de Saúde de Colombo, Teresa Long disse, quando questionada pelo jornalista do The Columbus Dispatche, que ‘adoraria ser cobaia’. O gelado certamente não deve fazer mal e pode ter alguns benefícios homeopáticos, disse Long, que teve o cuidado de acrescentar: "Mas não há substituto para uma vacina contra a gripe, ou lavar as mãos quando se está doente ou ficar em casa em vez de ir trabalhar para não infectar outras pessoas."

 Além da vitamina C dos sumos de laranja e limão, para reforçar o sistema imunológico, o Influenza Sorbet usa mel - de fazendas Amish em Ashland County - e outros humidificantes naturais para combater a tosse, defende Bauer. Outros ingredientes, como o gengibre ou a pimenta de caiena têm propriedades curativas e anti-sépticas, acrescentou. E sobretudo, sabe bem.

 Adaptado da edição de hoje do  ‘The Columbus Dispatche’


19 de February de 2012 às 07:20